Os vampiros da Baía secreta

18
Jul 08

Voo das mariposas

 

Percorrem-se caminhos sinuosos,

Atrás do sucesso, avistando o abismo,

As certezas que nos levam ao estrelato,

Constroem-se, a partir das incertezas.

 

Uma dúzia e meia de anos, no passado,

Tenho a ousadia, de manter vivo o pensamento

Alimentando a alma, com o sonho...

De conhecer as emoções da criação.

 

A distancia percorrida, entre o presente e o passado,

Leva-me ao ensinamento, que o não, não é cruel!...

É apenas, a determinação do objectivo,

Para que seja um composto, como o mel

 

O sim,

É a palavra traiçoeira da contradição.

É o, roubar-me a alma…

E entregar-me á maldição!...

 

Já visitei, a solidão e o insucesso

Muitas vezes, por palrar o sim,

Quando pressentia o não

Tinha-o de o dizer, mas tarde já era!...

 

À noite entro na estrada infinita,

Acompanhado por o silencio,

Percorro mundos, e mundo…

Como um sonâmbulo iluminado por o luar.

 

Mas, não á maior riqueza

Do que a magia, do diálogo que enceto.

 

 

 

Cristóvão Marquez

09-07-2008

 

 

publicado por crimenobairro às 18:39

CorretorMais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


Julho 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

4 seguidores

comentários recentes
http://intervaloparacafe.blogs.sapo.pt está a torn...
Olá,É só para desejar umas Boas Festas e um óptimo...
Quem identificar o pais, que serviu de inspiração ...
esquecemo-nos com frequência, que a determinação t...
Adorei,mesmo,e já a segunda vez que deixo comentár...
Adorei este poema, talvez porque me diga algo rela...