Os vampiros da Baía secreta

05
Jul 08

Cabo Verde, Sal 2006

 

Só a estrela será, testemunha,

da ansiedade do conhecer.

A noite será, madrinha,

da profundidade do prazer.

 

Das entranhas dos vales,

aos seios das montanhas,

o horizonte alcançando,

e abraçando o Sal enamorado.

 

A tarde cai, com a magia da caipirinha.

A tarde vai, com nostalgia.  

A noite perde-se com a folia...

A noite desaparece, amanhece a morenia.      

 

Só a estrela será, testemunha,

da ansiedade do conhecer.

A noite será, madrinha,

da profundidade do prazer.

                       

A libertação, dos encontros finais.

Os olhares ternos, dos desejos fatais. 

A permuta de abraços, com a promessa da telefonia.

O sorriso safado do Sol, levado por a ventania.

 

Ai, ai, Cabo Verde, que já lá vais.

Ai, ai, Baia, que estás na pontaria.

Noite tropicana da Baia,

São prazeres, da minha fantasia.        

 

Só a estrela será, testemunha,

da ansiedade do conhecer.

A noite será, madrinha,

da profundidade do prazer.

 

          Cristóvão Marquez                             

               01-12-2006

 

publicado por crimenobairro às 16:56

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


Julho 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

4 seguidores

comentários recentes
Lindas demais estas suas palavras! Obrigada por es...
http://intervaloparacafe.blogs.sapo.pt está a torn...
Olá,É só para desejar umas Boas Festas e um óptimo...
Quem identificar o pais, que serviu de inspiração ...
esquecemo-nos com frequência, que a determinação t...
Adorei,mesmo,e já a segunda vez que deixo comentár...
Adorei este poema, talvez porque me diga algo rela...