Os vampiros da Baía secreta

05
Jul 08

          

        Nem sempre somos compreendidos,

        na necessidade de vencer...

        Faz parte do nosso ser, o crer!...

        Por vezes, acordados sonhamos,

 crerem dominar o mundo.

       Traríamos paz, amor e igualdade...

       Alegrias e fantasias,

       á vida de todos os dias.

       Existe em nós,

       a mágoa da, desigualdade,

       corremos mundo,

       atrás da felicidade...

       Somos loucos e, explosivos,

       quando alguém nos derrota.

       O sentimento de revolta, é profundo...

       Sentindo a necessidade de o invertermos.

       Lutamos diáriamente,

       Com todas as forças...

       Quem nem imaginamos que, possuímos.

       Acreditamos, na teoria da relatividade!...

       E partimos do principio,

       que todo o ser é, igual.

       Uns esforçam-se e, evoluem...

       Outros não passam,

       de parasitas da sociedade.

       Acreditamos, num ser supremo,

       que não identificamos.

       Tentamos compreender,

       tudo,  que é transcendente.

       Será que há assim muita gente?

       Ou seremos nós,

       Loucos para sempre!...

                                

         Cristóvão Marquez

              21-06-2007

 

publicado por crimenobairro às 16:46

Julho 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

4 seguidores

comentários recentes
Lindas demais estas suas palavras! Obrigada por es...
http://intervaloparacafe.blogs.sapo.pt está a torn...
Olá,É só para desejar umas Boas Festas e um óptimo...
Quem identificar o pais, que serviu de inspiração ...
esquecemo-nos com frequência, que a determinação t...
Adorei,mesmo,e já a segunda vez que deixo comentár...
Adorei este poema, talvez porque me diga algo rela...