Os vampiros da Baía secreta

05
Jul 08

 

 

Festa na Aldeia

 

Almas riam de alegria,

Era véspera… de tão esperado dia.

O sol cai-a, não tardava a noite…

Para no adro, Esquecer as latinas do azeite

Que Paz! Nem uma árvore bulia,

A não ser o povo que todo mexia.

Quando passei por ali,

Diziam baixinho, e eu li,

Festa em honra do santo,

Não me recordo o nome, mas vi o busto,

Enfeitado de leves sedas,

Junto moças lhe entregavam suas tristezas.

Ao lado, uma fogueira…

E uma pobre velha, toda gaiteira…

- Ó ti´Maria; Ó Tonho.

À noute v´á festa, é de sonho

- Atão na vou!...

Logo eu, s´tá claro que vou!..

Fui j´á acostureira…

À duzeca, á Sulmira…

Amanhar uma sainha,

Sabe com´a é Letinha!...

- Olhe tá´i, o rancho e uns caojuntos,

P´ra dar-mos a´pé juntos.

Os altifalantes badalaram,

E a toda a gente enganaram,

Aparecia o povo enfatiado,

Como se fosse a um baptizado.

Chegavam meia dúzia de engravatados,

Logo se acomodaram como felizardos,

Ganhariam… uma nota preta,

Aquela gente que caiu na treta.

Tudo arranjado, mais parecia uma constelação,

Dali a pouco deu-se uma revolução,

Esperavam o malhão, ou o Português de Braga,

E não aquela maldita praga…

Estrangeira, Pop, da inovação!...

Para um Povo, que não tem essa vocação.

È como o mundo fazer penitencia

Na sua inteira inocência.

Ao longe perdia-se em passos lentos,

O povo a dizer os seus mandamentos…

 

Cristóvão Marquez

22 -05-1992

 

 

publicado por crimenobairro às 15:49

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


Julho 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

4 seguidores

comentários recentes
http://intervaloparacafe.blogs.sapo.pt está a torn...
Olá,É só para desejar umas Boas Festas e um óptimo...
Quem identificar o pais, que serviu de inspiração ...
esquecemo-nos com frequência, que a determinação t...
Adorei,mesmo,e já a segunda vez que deixo comentár...
Adorei este poema, talvez porque me diga algo rela...